NELSON RAMOS

Nascido em Dolores, departamento de Soriano, em 19 de Dezembro de 1932, ingressou na Escola Nacional de Belas Artes em 1951, onde estudou com Vicente Martín. Viajou para o Rio de Janeiro para estudar técnicas de gravura com Iberé Camargo e Johnny Friedlander em 1959 e contribuiu para os jornais brasileiros como ilustrador.

Em 1962 ganhou uma bolsa de estudos do Ministério da Educação e Cultura para a Europa: Visitou a Espanha, Itália e França. Foi contratado pelo Colégio de Arte e Design de Minneapolis (EUA, 1981). Foi um artista residente na Massachusetts College of Art em Boston (1992), recebeu inúmeros prêmios, entre eles: O Grande Prêmio de Pintura (Primeira Bienal de Jovens Pintores em 1961, Uruguai); Prêmio de Aquisição (Municipal Hall dos anos de 1956, 1958, 1962 e 1967); Prêmio de Desenho na "Arte Atual da América e da Espanha" em Madri, 1963); Grande Prêmio XXXI Salão Nacional de Artes Plásticas em 1967; MID-AMERICA ARTS ALLIANCE Award, EUA (1991), e em 1992 recebeu o prêmio ECO-ART no Rio de Janeiro. Participou, entre outros, nas seguintes exposições:

1962 - Primeira Bienal de Arte, Córdoba, (Argentina);

1964 - VII Bienal de São Paulo; Palazzo delle Esposizioni, (Roma);

1968 -XXXII Bienal de Veneza; Primeira Bienal de Arte (Medellín, Colômbia);

1969 - X Bienal de São Paulo;

1976 - VII Festival Internacional de Pintura de Cagnes-sur-Mer (França);

1985 - XVIII Bienal de São Paulo;

1988 - Galeria Tretyakov de Moscou;

1991 - IV Bienal de Havana;

1997 - XLVII Bienal de Veneza.

 

Recebeu o Prêmio da Fraternidade do B'Nai B'Rith do Uruguai. Em 1996, ele foi premiado com o Prêmio Figari. Ramos reconstrói a realidade a partir de fragmentos de outras realidades já desenvolvidos em alguns casos, para remover o suporte, em uma evolução que começou na década de setenta com suas caixas reticuladas e atinge hoje com armários, sem diferenciação entre continente e conteúdo fazendo com isso, experimentos exclusivamente de plástico. Suas obras estão em museus no Uruguai, Argentina, Brasil, Espanha, EUA, etc.[1]

 

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS:

 

MUSEU DE ARTES VISUALES. Nelson Ramos. Disponível em: http://mnav.gub.uy/cms.php?a=397 acesso em: 24/05/2018.

 

[1] MUSEU DE ARTES VISUALES. Nelson Ramos. Disponível em: http://mnav.gub.uy/cms.php?a=397 acesso em: 24/05/2018.