MAES: Ações de difusão da 33ª Bienal de São Paulo acontecem em Vitória

20/11/2018

 


 

  Foto: Antonio Ballester Moreno, Vivan los campos libres, 2018. Leo Eloy_Estúdio Garagem_Fundação Bienal de São Paulo

 

 

Do próximo dia 28 de novembro ao dia 1º de dezembro, o Museu de Arte do Espírito Santo (Maes) receberá atividades que fazem parte da 33ª Bienal de São Paulo – Afinidades afetivas. O projeto curatorial privilegia o olhar dos artistas sobre seus próprios contextos criativos, organizado a partir de mostras coletivas concebidas por artistas-curadores e apresentações de projetos individuais. Um conjunto de ações dirigidas a artistas, professores, educadores, estudantes universitários e público em geral. O evento contará com diferentes formatos, tais como laboratórios e palestras, simultaneamente à mostra exibida no Parque do Ibirapuera, em São Paulo. As ações de difusão integram o programa de mostras itinerantes com recortes da Bienal de São Paulo. A iniciativa capixaba chega, neste ano, à sua quinta edição.

 

Em 2017, as seleções de obras ocorreram nas cidades de Campinas/SP, Belo Horizonte/MG, São José dos Campos/SP, Cuiabá/MT, São José do Rio Preto/SP, Ribeirão Preto/SP, Garanhuns/PE, Palmas/TO, Santos/SP, Itajaí/SC e Fortaleza/CE. Itinerâncias internacionais aconteceram em Bogotá/Colômbia e em Porto/Portugal.

 

O olhar dos artistas e seus contextos criativos

 

Indicado pela Fundação Bienal de São Paulo para assumir a curadoria da 33ª Bienal de São Paulo – Afinidades afetivas por sua proposta de organizar o evento a partir de um “sistema operacional” alternativo, Gabriel Pérez-Barreiro concebe uma Bienal que privilegia o olhar dos artistas sobre seus próprios contextos criativos e evita a realização de uma grande exposição temática em favor de experiências curatoriais múltiplas. Estas incluem, além dos doze projetos individuais já divulgados, mostras coletivas organizadas por sete artistas-curadores: Alejandro Cesarco (Uruguai/EUA, 1975), Antonio Ballester Moreno (Espanha, 1977), Claudia Fontes (Argentina, 1964), Mamma Andersson (Suécia, 1962), Sofia Borges (Brasil, 1984), Waltercio Caldas (Brasil, 1946) e Wura-Natasha Ogunji (EUA/Nigéria, 1970).

 

Segundo o curador Gabriel Pérez-Barreiro,"a relação entre as artes visuais e a atenção parece ser evidente: a arte existe para ser percebida e, para isso, é necessário prestar atenção. No entanto, se observarmos como a maioria das pessoas se movimenta em museus e exposições, normalmente constatamos o contrário, ou seja, pessoas movendo-se de um objeto a outro, sem parar por mais do que alguns segundos em cada um deles antes de seguir adiante."

 

A proposta da 33ª edição da Bienal de São Paulo é refletir sobre essa questão e recuperar o sentido da arte como canal de experiência, como um lugar onde podemos vivenciar algo novo e aprender com a experiência ali vivida. De acordo com Pérez-Barreiro, "a arte oferece uma situação privilegiada para as questões relativas à atenção". A natureza da apreensão da arte pelo homem, sem finalidade predeterminada, configura um espaço experimental que nos interessa explorar.

 

 

PROGRAMAÇÃO

 

Palestra: estrutura e práticas curatoriais

 

28/11 • 19h30 – 21h30

Inscrição: https://goo.gl/tMJd4q

 

 

A Fundação Bienal apresenta o projeto curatorial de Gabriel Pérez-Barreiro para a 33ª Bienal, um sistema operacional alternativo que privilegia o olhar dos artistas sobre seus próprios contextos criativos, organizado a partir de sete mostras coletivas concebidas por artistas-curadores e doze projetos individuais.

 

Palestra: convite à atenção

 

29/11 • 10h – 12h

Inscrição:  https://goo.gl/uNhd4n

 

30/11 • 15h – 17h

Inscrição:  https://goo.gl/d8d4tQ

 

1/12 • 10h – 12h

Inscrição: https://goo.gl/to9biP

 

Apresentação da publicação educativa “Convite à atenção”, composta por exercícios que configuram um convite a estar atento à experiência com a arte. A palestra aborda as reflexões e práticas que permearam o desenvolvimento da publicação, que contou com a participação de profissionais da educação formal e não formal. A mesma ação se repete nos três dias.

 

Laboratório: convite à atenção

 

29/11 • 14h30 – 17h30

Inscrição: https://goo.gl/BZaR7i

 

30/11 • 18h30 – 21h30

Inscrição: https://goo.gl/xSWZtf

 

1/12 • 14h30 – 17h30

Inscrição: https://goo.gl/cjr7Xz

 

O laboratório propõe uma experimentação com base na publicação educativa “Convite à atenção”. Será realizada uma prática de atenção prolongada com uma obra, seguida de compartilhamento de experiências e discussão. Evidenciando as relações entre educação e arte, os participantes poderão discutir os exercícios de acordo com seus contextos de atuação. A mesma ação se repete nos três dias.

 

SERVIÇO:

 

Museu de Arte do Espírito Santo Dionísio Del Santo

Auditório

Av. Jerônimo Monteiro, 557, Centro, Vitória - ES

3132-8394

3132-8390

maes.comunicacao@gmail.com

http://maesmuseu.wixsite.com/maes

 

Informações à Imprensa:

 

Assessoria de Comunicação da Secult

Carol Veiga / Erika Piskac / Danilo Ferraz

secultes.imprensa@gmail.com

comunicacao@secult.es.gov.br

Tels.: 3636-7111/99808-7701/99902-1627

Facebook: secult.espiritosanto

Texto: Danilo Ferraz

 

Please reload

Fale com a nossa equipe

Siga-nos
  • Facebook Long Shadow
  • Twitter Long Shadow
  • Instagram Social Icon

© 2023 por Sandro Esteves. Orgulhosamente criado com Wix.com

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now